EXPOSIÇÃO CARTOGRAFIA IMAGINÁRIA

Cartografia Imaginária no Sesc

Ainda dá tempo! Termina neste domingo, dia 08/07, a exposição Cartografia Imaginária, que está no Sesc Palladium/BH. São mostrados mapas, pinturas, livros, jornais, poemas, vídeos e maquetes. De fato, o conjunto nos permite perceber um pouco do planejamento da cidade  em ordem não cronológica. Assim também são mostradas fotos de construção de obras importantes. Bem como, a Igreja da Pampulha e o Viaduto de Santa Tereza, lançando um olhar sobre a história da cidade.

São exibidas obras de Artur Barrio, Nydia Negromonte, Carlos Teixeira, Poro, Fernando Maculan, dentre outros. Exemplificando alguns trabalhos da exposição cartografia imaginária: Nydia Negromonte exibe fotos da água contaminada da Lagoa da Pampulha. Em seguida, compara as imagens com dizeres de degustação de vinho. Já Carlos Teixeira e equipe* exploram o tema da ocupação do vazio. Fernando Maculan cria uma passarela no arco do viaduto, fazendo uma apologia ao tempo de Drummond, Lara Resende e outros, que utilizavam a área para realizar encontros e conversas. Em ambas as propostas, a de Carlos Teixeira e a de Maculan, é dado um uso inimaginável a uma determinada área. O primeiro propõe uma caixa dentro do nicho do viaduto (ver foto), o segundo um acesso seguro e contemplativo. Em conclusão, intervenções como estas, que extrapolam o limite da cidade, devem ser valorizadas e tomadas como exemplo.

Na exposição cartografia imaginária, são exibidos vários pontos da cidade, imaginados ou concretos. Assim nos fazem pensar a respeito das relações entre cidade/linguagem/usuário/uso. Desse modo algumas intervenções, inclusive, mostram como atitudes interferem e podem melhorar o uso e o convívio urbanos.

Imagem> *Projeto de Carlos Teixeira e Daila Araujo com colaboração de Leonardo Rodrigues: Instalação de um jardim “dentro da caixa do Rio Arrudas”, com espaços para espetáculos de artes cênicas e vivências.

Exposição Cartografia Imaginária/ Curadoria: Marconi Drummond e Maurício Meirelles

Clique aqui e conheça Helena Teixeira Rios

Helena Rios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *