INAUGURAÇÃO GALERIA OM.ART

O Jockey Club do Rio de Janeiro acaba de ganhar mais uma galeria! A Studio OM.art (inaugurada em maio/2018), montada pelo artista e empresário Oskar Metsavaht na Vila Portugal. Além disso, o lugar conta com uma série de outras galerias de importância, como: Carpintaria, Casa Camolese e Clube Manouche.

A galeria foi inaugurada com o artista Ayrson Heráclito apresentando a performance “Buruburu”, que em dialeto africano significa “pipoca”. Em suma, a pipoca, no candomblé, é “como as flores brancas do velho Omolu, divindade da cura e da doença”. “Um banho de pipoca foi o mote da sua apresentação, com participação interativa do público”.

As performances na galeria OM.art acontecem dentro da instalação de Hélio Oiticica (1937-1980) denominada “Rhodislândia”, referência ao período em que o artista morou em Rhode Island, EUA. Nessa instalação, foram colocados 160 metros de nylon branco que, montados em uma sala, têm o intuito de levar o espectador “à experiência de pertencimento à obra”, afirma César Oiticica, curador da obra.

Antes de tudo, Hélio Oiticica propunha a interação entre as artes através de diferentes plataformas. O proprietário relata que na galeria a proposta foi resgatar a ideia da instalação “Penetrável”. Criada no final de década de 1960, na qual as pessoas vestiam os “Parangolés”, dançavam ou atuavam como pretendiam. Vale a pena a visita!

Curadoria: César Oiticica / Em cartaz até 04/08/2018.

Referência: Jornal do Brasil, 14/07/18

www.om.art.br

Fotos retiradas da internet

Clique aqui e conheça Helena Teixeira Rios

 

Helena Rios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *